Batendo perna

Final da aventura – Dias 16,17,18 e 19

Dia 16 (13/03) – Depois de uma aventura na salsa mais desconjuntada que já tive na vida, claro que na manhã seguinte não tinha forças para me levantar…kkkkk idade, não tenho mais idade para essas coisas! Então escolhi, mais um dia para ficar de bode e agendar alguns posts que vocês já viram no blog. E a noite, corri para livraria para ver se enfim encontrava funkos pop do Supernatural, mas não apareceu nada 🙁 Tinha funko pop de todas as séries, mas nada de supernatural, quando fui em uma outra loja, aparentemente descobri o motivo: teve um evento de supernatural. E eu perdi (chorei por dentro)

Na livraria – Barnes & Noble

Na livraria – Barnes & Noble

Dia 17 (14/03) – Descobri que fazer o “lazy day” no dia anterior foi uma furada, pois durante a noite caiu uma nevasca e não dava para fazer nada na cidade, todo mundo que saiu do hotel, voltou. Pois as atrações estavam fechadas, e era perigoso andar na rua, fecharam inclusive escolas. Então tudo que eu tinha planejado, foi por água abaixo!

Dia 18 (15/03) – Ate agora eu não tinha falado nada de compras rs… Então foi o dia que me joguei nas outlets, fui na “The Mills at Jersey Gardens”, havia a opção da Woodbury, porém a que escolhi era parecida com um shopping que temos aqui e me deixaria protegida do frio além de ser mais perto e lá se foram meus dólares! – Ahhh e descobri porque perdi o show Gospel, eles entraram em horário de verão, parece irônico, pois o frio estava de doer…

Dia 19 (16/03) – Fui bater perna!!! Decidir ir do hotel até a Times Square… Só uns 10km kkkkk, bom queria conferir o caminho no melhor jeito de guardar tudo na memória!!! E foi demais!!! Revi com detalhes alguns lugares dos dias anteriores, depois vi mais coisas novas, porque lá é assim, cada dia você vê algo diferente! E visitei novamente a loja da Disney porque ninguém é de ferro!!!

Dia 20 (17/03) – Hora de arrumar as malas, corri atrás de algumas lembranças para pessoas que ainda estavam sem. E olhei novamente para o Central Park e cacei pokemons por lá (claro agora tenho pokemon go) , novamente fui na Michaels (quero morar perto de uma loja grande de artesanatos) e passei o resto do dia arrumando as malas e tentando tirar um cochilo, pois o transporte me pagaria 1h20

Dia 21 (18/03) – Bônus de aeroporto!! Conforme foram chegando os dias, descobri o quão idiota eu havia sido na hora de agendar o meu voo de volta! Simplesmente me dei conta que ficaria 11hs em um aeroporto! Credo! Não dormi entre um dia e outro, o segundo aeroporto não era tão legal e o dia se arrastou!!! Fica o aprendizado, se tiver tantas horas de diferença entre os voos, arranje um hotel.

Acho que fiquei um tempo longo em NYC, mas foram as melhores férias da minha vida! Simplesmente amei! Agora nas conversas de amigos, vou poder dar a minha opinião, rs. Se eu moraria lá? Claro, mas não deixaria meu país para recomeçar do zero em um outro lugar!  Meu objetivo é conhecer novos lugares e não trocar meu lar!

NYC é melhor que SP? Diria que eles tem mais estrutura, e que amam sua cidade acima de tudo. Acho que o que falta aqui é justamente o amor. Sim, pois cada cidadão cuidava da cidade nos detalhes, desde a bandeira na frente do prédio, até o papel que voava no central parque e alguém parava a corrida para recolher! Quem ama cuida, e acho que temos que amar um pouco mais nosso cantinho, pois senti que a transformação vem de dentro!

NYC é perfeita? Não! Tudo que sempre foi vendido dos EUA quando era criança era a perfeição do país, parecia que não havia problemas, ou seja, o mundo ideal. Em uma escala nitidamente menor do que aqui, vi pobreza, moradores de rua, pedintes de trem, ambulantes e a policia agindo contra roubos.

Voltaria? Com toda certeza, só que agora na primavera/verão, pois eu descobri que só gosto do frio do Brasil, porque o frio de lá já é ignorância 🙂

 

 

 

 

You Might Also Like

Leave a Reply